Publicidade

 
 
 
Corumbau

Formado por areias brancas, mar azul e muitas falésias, um dos mais belos trechos da costa baiana está localizado a cerca de 80 quilômetros de Trancoso.

Quem recebe os visitantes na Reserva Extrativista dos Pescadores do Corumbau, a Resex Corumbal, são pequenos Pataxós, tupiniquins modernos que vendem ali suas artesanias. Um pouco tímidos, esses indiozinhos residem a seis quilômetros dali e dividem a terra com 40 famílias de pescadores mestiços e suas casinhas, além de algumas pousadas e estabelecimentos turísticos.

Preservada e deslumbrante, a maior atração de Corumbau toma forma pelos arrecifes guardados pela mansa água cristalina e pelo verde vivo dos tantos coqueiros, conjunto arquitetônico da perfeição: a própria natureza.

Cartão postal da região, a ponta de areia que adentra aproximadamente 500 metros o mar é a senda principal para assistir o cotidiano marinho local, milhares de peixinhos que colorem a vida nas duas enormes falésias que também fornecem sururu e peixe à população local. No entanto, por ser reserva extrativista, só pesca quem é credenciado pelo Ibama. Quem quer carona pode conversar com os pescadores, que com as pequenas canoas a vela e um bom papo conduzem visitantes aos numerosos recifes. Por haver tantas falésias, não é difícil ver ondas quebrando no meio do oceano quando a maré está baixa, um verdadeiro espetáculo.

A Mata Atlântica é observada da areia fininha da praia, que divide a atenção com o rio Corumbau, bom pra passear de caiaque e observar a virgindade da floresta. O recife dos Pataxós é um dos principais passeios da região, assim como os corais de Itacolomis, feitos a partir do ancoradouro de Corumbau. A beira do rio Corumbau, o Farol da Marinha está cercado por amendoeiras que fazem limite de Prado com o município de Porto Seguro.

Do outro lado do rio, a aldeia Pataxós é indispensável pela riqueza da cultura indígena e peculiaridade de artesanatos.

Outro aspecto que destaca o vilarejo, é a gastronomia feita com os frutos do mar recém pescados, frescos e saborosos, simplicidade e perfeição.

Para chegar, o mais fácil é sair de barco de Trancoso ou Cumuruxatiba, trajeto para contemplar a vista do Monte Pascoal. Apesar do trecho de carro ser precário, vale a pena se aventurar pelo caminho, que descortina paraísos como a Ponta do Moreira e a Barra do Cahy.

 

© Copyright - CorumbauNet.com.br - Todos direitos reservados.